Pesquisar este blog

Follow by Email

DIREITOS AUTORAIS

Licença Creative Commons
POESIAS BY ADÉLIA CARVALHO DOS REIS de ADÉLIA CARVALHO DOS REIS é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-SemDerivados 3.0 Brasil.
Baseado no trabalho em poesiasbyadeliacdosreis.blogspot.com.br.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://poesiasbyadeliacdosreis.blogspot.com.br/.

Total de visualizações de página

terça-feira, 26 de maio de 2015

REVIVER O AMOR

A lua lança um sinal e o Universo convida:Persiga, siga com clareza no aprendizado da solidão.Ouça o som da própria voz, veja o passado lhe rondar,Sinta-se como Alma realizada, sem perder o azul na escuridão.

As sombras expressam o que somos além do inverno,Os plátanos desenham o tempo em cores de recordação.Vida intensa, vida louca que transborda em impulsos nossos sonhos,Cintilantes como estrelas, ascendendo e apagando para revelar a tentação.Não fujas de mim, somos particulares.Íntimos de nós mesmos num grande mistério a ser celebrado.Vamos nos permitir viver com olhos encantados novos amoresFulgentes como chamas, aquecendo e se entregando ao oásis da união.
Adélia Carvalho16 de Abril de 2015


quinta-feira, 15 de novembro de 2012

CHUVA COM FLOR

Quero expressar em palavras, em versos livres o que estou vivendo,
Quero pintar a poesia, em cores reluzentes toda à inspiração presente.
Projetar no branco, a percussão dos encontros que toca em meu peito 
E, na magia da natureza seguir bela, apaixonada e contente.
Mesmo sabendo, sofrendo, sentindo...
Tudo pode ser perfeito!!!
Nebulosas nas estradas do desconhecido;
Chuva com flor que se faz canção;
Estrelas admiradas ao anoitecer...
A conquista só me bastará quando pincelar a junção.
Posso sentir seu cheiro;
Posso sentir as flores;
Posso sorrir a contemplar;
Posso pintar os amores...
Retratar nas diversidades que se misturam o que sou agora.
Acordar de um sonho colorido sem manchas em meu coração,
Enfrentar os desafios sem mágoas pela nossa relação.
Posso falar da minha dor;
Posso sentir o seu calor;
Posso extrair o seu vigor;
Posso intensificar o nosso amor.
Devorar-te por dentro, minha sede saciar
Em meu Templo, fazer flores brotar.
Adélia Carvalho dos Reis
13 de Novembro de 2012


terça-feira, 16 de outubro de 2012

NOVA ERA

Quando entrar dezembro,
Outra dimensão na Terra, outro mundo paralelo.
Quando o ser for tragado, seguindo a profecia
Pela abertura 12\12\2012, Metatron já proferia:
Pessoas desaparecerão e nas interdimensões se dividirão!!!
Sem conhecer as órbitas,
Sem cruzar com a trajetória da galáxia,
Sem compreender que as circunstâncias são perfeitas,
Sem entender as leis naturais da razão e da criação.
E, quando o homem sentir os outros como parte di si mesmo,
E, quando o homem compreender que somos parte do único organismo gigantesco,
Vamos nortear nossas ações ao centro do universo,
Ascender para a evolução sem esperar o sol nascer,
Adentrar na 5ª dimensão e tornarmos chamas gêmeas na dualidade do espaço.
Vamos precisar de todo mundo, um mais um é sempre mais que tudo,
Envolver com equilíbrio e amor,
Invadir eclipses e processos cíclicos em caudas de cometas celestiais.
Conhecer as leis,
Cruzar com Melquis e Sedeks,
Compreender que as dificuldades são aprendizados,
Entender que a presença da vida é infinita.
E, quando o homem entrar no salão da consciência,
Ver refletir seu espelho central.
E, quando o homem transmutar na nebulosa espiral,
Ser a sinfonia harmônica do universo.
Vamos nos unir no fundo da Terra,
Banhar nossos corpos de luzes no silêncio das águas,
Iluminar as passagens em revelações,
Retornar e reaprender a AMAR.
A história não tem fim...
Para evoluir tem que MUDAR...
Adélia Carvalho dos Reis
16 de outubro de 2012.


terça-feira, 11 de setembro de 2012

NATUREZA EM FESTA

Sentir o silêncio da madrugada;
Purificar com o cheiro de capim no mato;
Adocicar o gosto ácido do limão;
Inspirar o perfume da primavera;
Sorrir com a aquarela do crepúsculo;
Exalar o prazer pela união.
Mesmo que seja pelos opostos, em palavras, em vã acusação.
Devorar em cada experiência o sabor do caminhar
Insistente na estrada do bem fazer e desejar.
E quando o sol se despedir, as estrelas chegarão,
Ascendendo e apagando, livres e soltas pelo ar
Reluzindo com consciência a quem quer ser e amar.
SER o passo da disciplina;
SER o aceitar da verdade;
SER o espelho da moral;
SER a postura da ética;
SER a cara do caráter;
SER eu e você, o SER TOTAL.
10 de Setembro de 2012.
Adélia Carvalho dos Reis


segunda-feira, 3 de setembro de 2012

DESPERTAR DA LUA

Viver é refazer a própria história
Incontáveis vezes, escrever outra poesia.
Sem me importar com tantos rabiscos
Tantos papéis queimados, amassados.
A necessidade de um ponto,
A ausência de uma vírgula,
Uma interrogação que surge de repente.
Quero mais aprender a estar aqui
A cada hora, a cada instante.
Ouvir o chamado da minha alma
Olhar com pureza para o prazer
Gritar por liberdade em amplitude e poder.
Quero mais compreender o que faço aqui
Observar o azul do céu, sair dos meus desertos
Saborear cada fatia de luar, exuberante como marfim
Sem tanta pressa, desvendar meus passos
E descobrir que não há lugar a chegar além de mim.
Adélia carvalho dos Reis
31 de Agosto de 2012
BLUE MOON


quinta-feira, 16 de agosto de 2012

CADA ATITUDE SUA REFLETE NO UNIVERSO

Cada atitude sua reflete no universo...
Cada frase sua, cada pensamento seu ressoam no espaço.
Quando você faz o bem, está beneficiando toda a humanidade,
inclusive você, que faz parte dela.
O importante é estarmos abertos e sintonizados com a possibilidade de crescer.
Num mundo em constante evolução, ficar parado significa retroceder.
Renovar é dizer adeus ao velho e dar boas vindas ao novo.
Renovar é saber que temos o poder de mudar...
Então que seja por melhor...